Login para sua conta

Usuário *
Senha *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com asterístico (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Repetir senha *
E-mail *
Repetir e-mail *
Captcha *
Reload Captcha

Nova regra pode levar a extinção dos “candidatos oficiais” das igrejas Destaque

Ministro Edson Fachin Ministro Edson Fachin

O ministro Edson Fachin, que compõe o TSE, propôs a inclusão do abuso de poder religioso como crime eleitoral

Atualmente a legislação brasileira prevê o abuso de poder econômico e o abuso de poder político como crimes que podem levar um indivíduo a perder o mandato depois de eleito. Entretanto, uma nova regra está prestes a ser inclusa, e já está causando a maior polêmica: é o “abuso de poder religioso.”

Se aprovada pelo TSE, o candidato que foi beneficiado por discursos de um pastor ou padre, por exemplo, ao longo da campanha, pode sofrer um processo que pode levar a perda do mandato depois de eleito.

anuncie aqui 2

Na última eleição houve relatos de pastores candidatos que se reuniram com outros pastores para criar uma rede de influência nas igrejas, direcionando votos.

O ministro Edson Fachin, que compõe o TSE, propôs a inclusão do abuso de poder religioso como crime eleitoral. Para Fachin, o nível de influência que alguns líderes religiosos exercem sobre a população acaba funcionando como fator que desequilibra as eleições.

A medida pode levar a extinção dos chamados “candidatos oficiais” de determinadas igrejas.

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Betim tintas