Login para sua conta

Usuário *
Senha *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com asterístico (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Repetir senha *
E-mail *
Repetir e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
Administrador

Administrador

Cidade teve aumento de 251% de casos da doença em pouco mais de um mês.

A cidade de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, tem registrado aumento significativo de casos de Covid-19. Desde a reabertura do comércio, em 22 de abril, até agora, o número de casos confirmados subiu 251%. Resultado: a taxa de ocupação de leitos de UTI preparados para atender pacientes com suspeita da doença está em 80%.

De acordo com boletins epidemiológicos da Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos subiu de 9, no dia 22 de abril, quando a cidade voltou a abrir o comércio, para 235 neste domingo (7). Quinze mortes já foram registradas.

Dos 50 leitos para atendimento de casos mais graves, que estão instalados no Centro de Cuidados Intensivo para Covid-19 (Cecovid-Betim 4), 40 estão ocupados. Segundo a prefeitura da cidade, o local, que foi construído anexo ao Hospital Regional, funciona desde 14 de abril e pode ampliar a capacidade para instalação de até 120 leitos de CTI e 50 clínicos.

Já o hospital de campanha, denominado Centro Especializado em Covid-19 (Cecovid-Betim 2), está com 14 pacientes internados. Instalado no Clube da Fiat, o espaço atende pacientes de risco moderado com suspeita de Covid-19. São 120 leitos, sendo 115 de observação e 5 de UTI.
.

*Fonte G1
PORTAL

A Prefeitura de Betim confirmou neste domingo (07), mais uma morte por Covid-19 no município.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente de 65 anos do sexo masculino, foi a óbito no dia 02 de junho. Ele era portador de comorbidades e estava internado no Centro de Cuidados Intensivos (Cecovid4), no Centro Materno-Infantil.
A Secretaria Municipal de Saúde informou que está acompanhando o caso e realizou contato com os familiares do paciente para apoio e orientação.

Gráfico com a evolução dos casos confirmados de coronavírus (Covid-19) em Betim no dia 07/06/2020

fonte do gráfico: Site Agenda Betim

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

anuncie aqui

Betim Tintas

Um indicativo de desgaste por conta das dificuldades enfrentadas pelo governo no que se refere à pandemia do Covid-19, a oposição sistemática dos partidos de esquerda e da grande mídia, foi demonstrado pelo presidente Jair Bolsonaro em uma publicação na manhã desta quarta-feira, 03 de junho, no Facebook, com o Salmo 56.

O Salmo 56 é uma poesia de lamentação escrita por Davi quando estava sob intensa perseguição, com um pedido de misericórdia a Deus e a reiteração da confiança dele na fidelidade divina.

“Tem misericórdia de mim, ó Deus, pois os homens me pressionam; o tempo todo me atacam e me oprimem. Os meus inimigos pressionam-me sem parar; muitos atacam-me arrogantemente. Mas eu, quando estiver com medo, confiarei em Ti. Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus eu confio, e não temerei. Que poderá fazer-me o simples mortal?”, dizem os versos 1 a 4.

A sequência dos versos traduz parte significativa da rotina do governo até aqui: “O tempo todo eles distorcem as minhas palavras; estão sempre tramando prejudicar-me. Conspiram, ficam à espreita, vigiam os meus passos, na esperança de tirar-me a vida. Deixarás escapar essa gente tão perversa? Na tua ira, ó Deus, derruba as nações”.


anuncie aqui 2

Expressando sua fé de que Deus o levantou como presidente do Brasil para cumprir uma missão, como declarado por ele mesmo anteriormente, Bolsonaro incluiu também os últimos cinco versos do Salmo 56, em que Davi declara que verá seus inimigos recuarem quando ele clamar por ajuda.

“Registra, tu mesmo, o meu lamento; recolhe as minhas lágrimas em teu odre; acaso não estão anotadas em teu livro? Os meus inimigos retrocederão, quando eu clamar por socorro. Com isso saberei que Deus está a meu favor. Confio em Deus, cuja palavra louvo, no Senhor, cuja palavra louvo, nesse Deus eu confio, e não temerei. Que poderá fazer-me o homem? Cumprirei os votos que te fiz, ó Deus; a ti apresentarei minhas ofertas de gratidão. Pois me livraste da morte e os meus pés de tropeçarem, para que eu ande diante de Deus na luz que ilumina os vivos”.

Os seguidores do presidente nas redes sociais expressaram apoio nos comentários da publicação: “’Eis o meu Servo a quem sustenho, o meu eleito, em quem tenho toda a alegria. Tenho nele o meu Espírito e ele fará justiça às nações!’ (Isaías 42:1) Deus é contigo Presidente!”, escreveu uma usuária do Facebook.

“Me emocionei! Em nenhum momento eu tive dúvidas de que Deus está ao seu lado, e seus anjos te cercam. Amor-Sabedoria é o que Ele tem te dado, além de Proteção e Bênção. Os dominados pelo mal, e pela cegueira da mídia tradicional, te odeiam, mas nós que te escolhemos, Te Amamos! Milhões e milhões de brasileiros. Juntos, já vencemos!”, comentou outra.

Dentre milhares de comentários com manifestações de apoio e também de críticas, um internauta fez uma observação sobre o cenário: “Nunca uma palavra de mais de dois mil anos foi tão atual. A palavra de Deus”.

Fonte: Gospel+

PORTAL

Desde maio, empresário tem atuado como conselheiro de temas estratégicos da pasta

Em breve, o empresário bilionário Carlos Wizard Martins deve assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE). O cargo é um dos mais importantes do Ministério da Saúde.

Desde maio, Carlos tem atuado como conselheiro de temas estratégicos do ministério.

– Passei quase dois anos em Roraima atuando ao lado do general Eduardo Pazuello, atual ministro da Saúde. Ontem fui nomeado por ele como Conselheiro de Assuntos Estratégicos do Ministério da Saúde. Atuaremos juntos no combate ao Covid-19 – escreveu ele, em uma rede social, no dia 21 de maio.

Wizard é presidente do grupo Sforza, conglomerado de mais de 15 empresas, como Pizza Hut e Mundo Verde. Ele também fundou a escola de idiomas Wizard.

Apoiador do governo, o empresário tem em suas redes sociais fotos com o presidente Jair Bolsonaro e com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, entre outros como o ministro-chefe da Casa Civil, general Braga Netto, e a ministra Damares Alves.

O posto de liderança na SCTIE foi ocupado por Antonio Carlos Campos de Carvalho, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que pediu demissão e foi desligado oficialmente em 22 de maio. Ele tinha sido indicado pelo ex-ministro da Saúde, Nelson Teich.

A SCTIE implementa e formula “políticas nacionais de ciência, tecnologia e inovação em saúde, assistência farmacêutica e fomento à pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de saúde”, segundo o Ministério da Saúde.

FONTE: PLENO NEWS

Apesar da pandemia, calendário eleitoral segue com as mesmas datas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) autorizou nesta quinta-feira (4) os partidos a realizarem as convenções partidárias para as eleições municipais de 2020 de forma virtual em razão da pandemia do novo coronavírus.

Por unanimidade, os ministros decidiram que os partidos têm autonomia para utilizar as ferramentas tecnológicas que entenderem necessárias para as convenções que escolherão os candidatos a prefeito e a vereador.

Mesmo com a pandemia, o calendário eleitoral foi mantido. As convenções devem ser realizadas entre 20 julho e 5 de agosto. A eleição segue marcada para outubro. A decisão do TSE foi tomada numa consulta feita pelo deputado federal Hiram Manuel (PP-RR).

O congressista questionou se, diante do quadro de pandemia de Covid-19 e a necessidade de manutenção do distanciamento social, medidas alternativas aos encontros presenciais poderiam ser adotadas.

Os ministros definiram também que as regras e procedimentos adotados pelos partidos para a realização da convenção física deverão seguir também no campo virtual.

Um parecer elaborado pela área técnica da Corte afirmou não haver impedimento jurídico para a realização de convenções partidárias de forma virtual desde que mantidos os regramentos atuais.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem afirmado que há um entendimento entre os líderes partidários no sentido de adiar as eleições municipais de outubro, sem, contudo, prorrogar os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores.

Um grupo de senadores e deputados deve ser criado para debater a proposta, que ocorreria em caráter excepcional devido à pandemia de Covid-19. Ainda não há definição sobre quem irá compor esse grupo e qual será o prazo para deliberação.

Pelo calendário eleitoral, que segue as diretrizes estabelecidas pela Constituição, o primeiro turno das eleições ocorrerá em 4 de outubro, e o segundo turno, onde ocorrer, no dia 25 do mesmo mês.

Eventual mudança nas datas das eleições deve exigir a aprovação de uma PEC (proposta de emenda à Constituição), que exige apoio de pelo menos três quintos dos deputados e dos senadores, em dois turnos de votação na Câmara e no Senado.

Alterações eleitorais devem ocorrer com o mínimo de um ano de antecedência, mas há uma defesa de que essa exigência deve ser flexibilizada em situações de calamidade pública, como a atual.

Na segunda-feira (1º), o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, afirmou aos presidentes dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais que é possível que as eleições, inicialmente previstas para ocorrerem em outubro, precisem ser adiadas para novembro e dezembro.

Segundo ele, o Congresso Nacional -a quem cabe aprovar a emenda constitucional que estabeleceria esse adiamento- já está estudando a hipótese de que o primeiro turno da votação para prefeitos e vereadores ocorra no dia 15 de novembro, e o segundo, no dia 6 de dezembro.

Barroso disse ainda que o TSE, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal concordam que o adiamento deve ocorrer pelo menor tempo possível, de modo que não seja necessária a prorrogação dos mandatos dos políticos.

– Fazer com que as eleições não se constituam em risco para a saúde dos eleitores e dos colaboradores da Justiça Eleitoral tem sido uma grande preocupação do TSE – afirmou Luís Roberto Barroso.

Também para minimizar o contato físico e a possibilidade de transmissão do novo coronavírus, o presidente do TSE informou que, provavelmente, a identificação dos eleitores por meio da biometria será dispensada nas eleições deste ano.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo em 12 de abril, Barroso reconheceu que a aglomeração das convenções partidárias e a fase de testes das urnas eletrônicas eram entraves à realização das eleições municipais de outubro em meio à pandemia.

Na ocasião, Barroso defendeu que o pleito fosse adiado por poucas semanas e também se disse contrário à prorrogação do mandato de prefeitos e vereadores para depois de 1º de janeiro de 2021. Outra consulta sobre o mesmo tema foi analisada na sessão desta quinta.

Os ministros rejeitaram o questionamento do partido Republicanos sobre a possibilidade de alterar a data das convenções. O Plenário decidiu que o prazo de 180 dias antes do pleito, estabelecido pela Lei das Eleições, não pode ser flexibilizado sem decisão legislativa.

*Folhapress

Betim Tintas

Morre fabiana Anastácio na madrugada dessa quinta-feira (04), após perder a batalha contra a Covid -19.

A cantora gospel Fabiana anastácio estava a mais de uma semana internada, e uma grande corrente de oração formada por amigos, pastores e fãs se formou nas redes sociais. Houve até uma melhora, conforme informou a família em uma nota oficial.

A última atualização desta terça (03), dava conta que Fabiana Anastácio estava na UTI do hospital em São Paulo. O quadro quadro geral de saúde ainda era estável, porém, com um pouco de dificuldade pra respirar.

A nota ainda lembrava que a dificuldade para respirar tinha a haver com seu peso, ou seja, a recuperação toda tinha a tendência de ser mais lenta por causa disso.

No entanto, a cantora gospel não resistiu e faleceu nessa madrugada. Fabiana deixa esposa, filhos e uma multidão de fãs, amigos e parentes enlutados.

O pastor Andre Matias que estava em um propósito de oração pela vida da cantora lamentou na sua rede social.

“Acordei 5:30 da manhã para meu propósito de oração,e infelizmente recebi a notícia que esta amiga de empreitada e minha irmã em Cristo Jesus dormiu no senhor.
Estou ainda sem acreditar ??????????????
Eu não consigo explicar a dor que estou sentindo agora.
Que Deus console todos os seus familiares neste momento tão difícil para todos nós,e muito mais para eles… Lucas 1:23. E sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para sua casa. – Bíblia”

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "#LUTO Fabiana Anastacio"Fonte: Contei

 

 

Economista deixa o serviço público para se dedicar ao projeto de reeleição do prefeito Vittorio Medioli; Bárbara Martins assume

A economista Cleusa Lara deixará, nesta quinta-feira (4), os cargos de secretária municipal de Gabinete e de Governo de Betim. A exoneração, a pedido da própria Cleusa, será publicada no "Órgão Oficial do Município". 

As vagas serão ocupadas por Bárbara Caroline Martins, até então assessora especial de Cleusa, que também será nomeada nesta quinta pelo prefeito Vittorio Medioli (PSD). 

Segundo Cleusa, a exoneração ocorreu para que ela possa se concentrar na reeleição de Medioli à Prefeitura de Betim. A economista está filiada ao PSL e deve assumir a coordenação geral da campanha do prefeito, juntamente com o diretório municipal do PSD, que, na cidade, tem como presidente Marco Túlio Freitas.

"Estou deixando o governo em perfeita sintonia com o prefeito para me dedicar ao nosso grupo nessa campanha e trabalhar para a reeleição dele. Foi um período de muitos desafios na prefeitura. Agora, tenho um novo desafio", disse a ex-secretária.

anuncie aqui

FONTE: O TEMPO

BETIM JA REGISTRA 10 ÓBITOS
Sobe para 10 o número de óbitos em Betim devido a COVID-19.
O numero de infectados também subiu. Já são 130 casos.
Se levarmos em conta a estrutura que Betim tem para receber pacientes, mais de 100 leitos, graças a Deus o número de internados é pouquisso: apenas 6.
Mas temos que tomar cuidado e ficar em casa. Sair apenas para os casos de necessidades, além de não dispensar o uso de máscaras e álcool em gel 70%.

O reverendo Sergio Melo, presidente da Igreja Azusa em São Paulo, se considera um milagre ambulante. No início de março o pastor e sua esposa Mara Melo foram infectados com o novo coronavírus.

A partir daí, começou o drama, toda a família e igreja começaram a se mobilizar em intercessão pela vida de ambos, que corriam risco de morte.

A esposa do pastor se recuperou bem mais rápido, e logo teve alta, passando a terminar o restante do tratamento em casa. Entretanto, a situação do reverendo piorou, e ele teve que ser transferido para UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Sergio Melo preciso ser entubado e passou 32 dias entre a vida e a morte.

Em entrevista ao ‘Guiame’, o revendo disse que teve falência renal, insuficiência respiratória entre outras complicações.

“Eu tive falência renal, insuficiência respiratória, também fui atingido por uma bactéria no sangue e fungo na urina e no sangue. Ou seja, não havia como sobreviver, humanamente falando, diante de um quadro como esse. Ao longo desses dias eu tive algumas alucinações, mas também tive experiências espirituais.”

O reverendo relatou como conseguiu se recuperar e as experiências espirituais que teve.

“Em meio a toda aquela situação eu me lembrei da parábola do “Bom Samaritano”, e quando eu me lembrei desse texto, eu gritei com as minhas últimas forças e voz: “Bom Samaritano, tem misericórdia de mim, tem misericórdia de mim”. Eu já estava caminhando para a morte. Tenho certeza de que eu iria falecer naquela hora, quando me veio esse texto e, em vez de clamar pelo ‘sim’ daqueles seres horríveis, alguns com aparência de cabeça de formiga, comecei a clamar ao Senhor,” disse.

Naquele momento, ali, eu falei: A melhor coisa que tenho a fazer é deixar de pedir por socorro para esses seres e começar a pedir socorro para o Senhor, e o Senhor ouviu o meu clamor, e me tirou daquela situação. No estágio dessa visão que tive, daquela experiência naquela terra estranha, eu estava na UTI quando o Bom Samaritano, Jesus, apareceu, e a coisa é tão real, que quando o Senhor me tirou das garras da morte eu fui desentubado. Fui levado da UTI para um quarto mais confortável e, milagrosamente, os enfermeiros, técnicos, todos tementes a Deus, pertencentes a igrejas, entravam no quarto cantando hinos, profetizando a vitória sobre a minha vida, orando sobre a minha vida, até o padre da capela do hospital esteve conversando comigo e orando por mim. É como o texto diz, que o bom samaritano pagou a hospedagem daquele homem, os cuidados todos dele, os remédios todos dele e assim de uma maneira muito milagrosa eu consegui escapar dessa situação terrível, que me encontrava e ali comecei a glorificar a Deus”, completou o reverendo.

Fonte OfuxicoGospel

O seu esposo já passou pelo hospital e foi liberado, e a cantora permanece hospitalizada

A cantora gospel Fabiana Anastácio, usou as suas redes sociais para comunicar que  ela e seu esposo, pastor Rubens,contraíram o coronavírus.

De acordo com o comunicado, eles foram contaminado há alguns dias, e os sintomas iniciaram no pastor, e dois dias depois a cantora também começou a sentir os sintomas.

O pastor Rubens passou pelo hospital e foi liberado para repouso em casa, mas a cantora, continua no hospital recebendo todos os cuidados para combater o vírus.

“Nota Oficial.
Pra evitar a propagação de informações erradas, viemos informar que a cantora Fabiana Anastácio e seu marido Pr. Rubens contraíram o COVID-19 nos últimos dias. Os primeiros sintomas apareceram no Pr. Rubens, que já passou pelo hospital e foi liberado para repouso em casa. A cantora Fabiana apresentou os sintomas dois dias depois e está no hospital recebendo todos os cuidados necessários para combater o vírus. Qualquer novidade vamos informar a todos, no momento contamos com as orações da igreja e cremos no que diz a canção “Deixa Comigo” que será lançada nessa sexta-feira dentro de uma programação que já estava agendada. Estamos vivendo esse “Deixa Comigo” nesses dias e confiando em Deus.”

Fonte: ofuxicoGospel

WhatsApp Image 2020 03 28 at 13.14.58